sábado, 30 de abril de 2011

Diário do Minho

Pedro Miguel Rocha "honrado" com Prémio Maria Ondina Braga


O jovem escritor Pedro Miguel Rocha mostrou-se "honrado e orgulhoso" por receber o Prémio Literário Maria Ondina Braga, instituído pelo Município de Braga para evocar a memória da escritora bracarense. Esta foi a primeira distinção do género do autor, que viu reconhecido o valor de "O Eremita Galego", que se junta a outros dois livros editados.
A entrega do prémio foi realizada anteontem à noite, na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, numa sessão animada pelo Coro Académico da Universidade do Minho e que contou com a leitura de vários textos alusivos a Maria Ondina Braga.
"O Eremita Galego" é um conto/romance com que Pedro Miguel Rocha se apresentou a concurso, tendo sido o escolhido por um júri composto por nomes das letras nacionais. Com periodicidade bienal, em anos ímpares, o Prémio é consagrado, alternadamente, à ficção e à poesia, géneros em que a patrona se notabilizou. "É um reconhecimento que me deixa muito feliz" afirmou o autor. "A grande mensagem da obra é que, para além de todas as adversidades e dificuldades que um ser humano possa sentir, há sempre uma forma de dar a volta por cima e de nos superarmos, deixando o egoísmo e ajudando o próximo", explicou.
Na justificação da atribuição do prémio, o júri destacou "o bom domínio do português e a qualidade da estrutura narrativa, muito desenvolvida com recurso frequente à analepse". Importante para a escolha foi também "a grande actualidade da história e a presença dos valores humanistas e cristãos por oposição aos anti-valores crescentes da sociedade", referiu a acta.

In Diário do Minho, 30 de abril de 2011, p.7



Sem comentários:

Enviar um comentário